Produção industrial no Brasil e dados de emprego nos EUA movimentam mercado

Produção industrial no Brasil e dados de emprego nos EUA movimentam mercado

Nos EUA, investidores aguardam a divulgação do Payroll de dezembro. Os futuros dos principais índices acionários operam de forma mista. Ontem, o S&P 500 seguiu sem conseguir entregar um dia de alta no ano de 2024. Os dados acima das estimativas de pedidos de seguro-desemprego e de criação de vagas no setor privado foram os principais responsáveis pela maior aversão a risco no dia de ontem. O mercado de trabalho ainda forte nos EUA gera receio nos investidores de que o Fed pode optar por reduzir os juros em um ritmo mais devagar do que o esperado.

Na Europa, as bolsas operam em queda no início da manhã. O mercado repercute os dados de inflação da Zona do Euro e aguarda os dados do Payroll nos EUA. A preliminar do CPI (Índice de Preços ao Consumidor) da Zona do Euro apresentou alta de 0,2% no mês de dezembro, em linha com as estimativas do mercado. No acumulado dos últimos doze meses, o índice apresentou alta de 2,9%. O PPI (Índice de Preços ao Produtor) apresentou queda de 0,3% em novembro, abaixo das estimativas do mercado de queda de 0,1%. No acumulado dos últimos doze meses, o índice apresentou queda de 8,8%.

Na Ásia, as bolsas fecharam majoritariamente no terreno negativo. No Japão, o Nikkei descolou dos pares e apresentou valorização de 0,27%. O PMI do setor de serviços no país subiu para 51,5, ante 50,8 no mês anterior. Em Hong Kong, o Hang Seng caiu 0,66%, enquanto na Coreia do Sul, o Kospi apresentou desvalorização de 0,35%. O Shangai Composto fechou em queda de 0,85%, e o Shenzen Composto caiu 1,34%. Prevaleceu na Ásia a cautela demonstrada nas bolsas ocidentais ontem, com os investidores repercutindo os dados sobre o mercado de trabalho nos EUA.

FONTE UOL

Investidor jv

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *