O dia em que Pablo Escobar entrou na lista de bilionários

O dia em que Pablo Escobar entrou na lista de bilionários

Pablo Escobar na revista “Forbes”, em 1987 Imagem: Divulgação/Forbes

Segundo a revista, o Cartel de Medellín teve lucro de, pelo menos, US$ 7 bilhões entre 1981 e 1986. Escobar tinha uma participação de 40% no negócio. De acordo com a revista de 1987, o colombiano tinha guardado cerca de US$ 3 bilhões, e o negócio que controlava valia mais de US$ 2 bilhões.

Escobar permaneceu no ranking de bilionários até 1993. Nessa época, já era considerado fugitivo. Tanto o governo da Colômbia quanto o dos Estados Unidos ofereceram recompensas milionárias em troca de informações que levassem à sua prisão.

À época, a Forbes afirmou: “Suspeitamos que, como seus colegas de tráfico, irmãos Ochoa (que agora estão na cadeia), Escobar irá deixar a lista em breve. Talvez, a Terra”. E, de fato, o colombiano morreu cinco meses depois.

O traficante acabou morto pela polícia colombiana em dezembro do mesmo ano, em Medellín. Apesar de traficar drogas e ser responsável por uma série de homicídios, ele era visto como uma espécie de “Robin Hood”, por construir casas e campos de futebol para os pobres.

Outros dois personagens de “Narcos” também apareceram na lista de bilionários da Forbes em 1987: os irmãos Ochoa, que tinham participação de 30% no cartel.

FONTE UOL

Investidor jv

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *