Dólar fecha em alta a R$ 4,82 após sequência de baixas e Bolsa cai

Dólar fecha em alta a R$ 4,82 após sequência de baixas e Bolsa cai

O dólar comercial encerrou a sessão desta sexta-feira (16) em alta de 0,36% um dia após fechar no menor valor desde 6 de junho do ano passado. A cotação ficou em R$ 4,82.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira (B3), encerrou com queda de 0,39%, aos 118.758,42 pontos. Na semana, no entanto, o índice teve alta de 2,6% e, desde o começo do ano, subiu 5,24%.

O que aconteceu:

Ontem, o dólar comercial encerrou o dia cotado a R$ 4,803, quase estável, mas com desvalorização de 0,09%. Esse é o menor valor desde 6 de junho do ano passado, quando a moeda ficou em R$ 4,7962.

O dólar fechou em queda nas quatro sessões anteriores da semana.

Nesta sexta-feira (16), o foco de investidores continuam na política monetária após a reunião do Fed (Federal Reserve; banco central dos Estados Unidos) e antes do encontro do Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central brasileiro na semana que vem, em meio ainda a perspectivas mais positivas para o Brasil.

Na quarta-feira (14), o banco central dos EUA anunciou a manutenção dos juros na faixa de 5% a 5,25% ao ano, mas sinalizou em novas projeções econômicas que os custos dos empréstimos podem aumentar mais 0,50 ponto percentual até o final do ano.

A agência de classificação de risco S&P elevou na quarta-feira a perspectiva para a nota de crédito do Brasil de “estável” para “positiva”, e reafirmou o rating. De acordo com a agência, sinais de maior certeza sobre políticas fiscal e monetária estáveis podem beneficiar as perspectivas de crescimento econômico do país.

A decisão de política monetária do Copom também está no radar. Há ampla expectativa de manutenção da Selic nos atuais 13,75%, mas com grandes chances de a autoridade monetária abrir a porta para o início de um ciclo de afrouxamento já no terceiro trimestre, uma vez que a inflação tem mostrado sinais convincentes de arrefecimento.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial (saiba mais clicando aqui). Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

(Com Reuters)

FONTE UOL

Investidor jv

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *