como é o bicho vivo? Como ele é criado?

Ele é popular na ceia de Natal dos brasileiros, mas muito mistério ronda sua origem antes de chegar à mesa. Por questões de mercado, a Perdigão costumava restringir bastante as informações disponíveis sobre o Chester. Isso fez surgir uma série de mitos.

Algumas características foram atribuídas a ele na internet: “transgênico”, “monstro”, “aberração”. Outras explicações mais complexas também circularam: “pseudoanimais em tubos enormes cheios de líquidos semelhantes a placenta”, “bicho sem alma, sem coração… e sem cabeça”, galo com “quase 1 metro de altura”, “ave ‘doente’, com problemas mentais, que come 24 horas”.

O Chester®, na verdade, é uma marca registrada (por isso esse “R” ao lado do nome). Trata-se de um frango maior que o convencional. É diferente do peru, que também é uma ave, mas de outra espécie. A ave foi lançada oficialmente no mercado brasileiro em 1982.

FONTE UOL

Investidor jv

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *